quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Alunos visitam Escola da Floresta

No dia 22.11.2010, o professor da disciplina de Estudos Amazônicos, Miguel Ângelo e  os alunos da 6ª e 7ª Série do Turno Vespertino visitaram a Escola da Floresta na  comunidade do Caranazal, onde tiveram uma aula de Educação Ambiental diferenciada. Os mesmo puderam ver in loco a natureza e sentir a necessidade de cuidar do meio ambiente diante das transformações  vistas na área urbana nos dias atuais.


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Seja Solidário!

O Projeto “Solidariedade é o nosso compromisso”, 2010, em sua 5ª edição, contempla o bairro Maicá. Para que este evento seja um sucesso sua participação é fundamental.
Doações: Roupas, calçados, brinquedos ou qualquer artigo usado ou novo que possa ser reutilizado.






Dia da Consciência Negra- 20.11.2010

Um grupo de alunos e professores do turno noturno, estiveram visitando à Comunidade Quilombola de Murumuru no dia 15.11.2010, na qual estiveram conhecendo os povos que vivem neste local. Esta visita culminou com uma programação cultural na escola, no dia 19/11.
A programação contou com: apresentação de capoeira, naipe de percussão da Escola de Música Maestro Wilson Fonseca, degustação de comidas típicas, apresentação de poemas, apresentação do documentário da visita, oficina de tranças afro e uma exposição dos trabalhos realizados pela Federação das Organizações Quilombolas de Santarém - FOQS, pelo Sr. Antonio Pereira.
O evento foi finalizado com uma palestra ministrada pela coordenadora de educação etnicorracial da SEMED Claúdia Andrade e apresentações do Grupo de Umbanda do Pai de Santo Claudomilson.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Projeto no Congresso querem criar novas disciplinas para a Educação

Duzentos e cinquenta projetos em circulação no Congresso querem criar novas disciplinas na educação básica e no ensino médio. Tem até proposta para o ensino de Esperanto, uma língua criada para ser universal.

Veja o vídeo com as entrevistas de Cristovam Buarque, senador pelo PDT-DF, e Remi Castioni, professor da Universidade de Brasília.
http://g1.globo.com/jornal-hoje
video

Noite Cultural

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

1º Encontro Estadual de Com-Vidas

video

Um grupo do TJR estiveram participando nos dias 13,14 e 15 de novembro/2010 em Belém do 1º Encontro Estadual de Com-Vidas, sendo o principal papel da Com-Vida é realizar ações voltadas à melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida, promovendo o intercâmbio entre a escola e a comunidade, e contribuir assim para um dia-a-dia participativo, democrático, animado e saudável. Dando continuidade aos processos formativos em Educação Ambiental do projeto Vamos
Cuidar do Pará com as Escolas: Formação de Com-Vidas/Agenda 21. Ação com objetivo de formar Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida nas escolas COM-VIDA, e construir a Agenda 21 Escolar, através da formação de lideranças das juventudes comprometidas com a sustentabilidade do planeta; do fortalecimento das ações de juventude em nosso Estado,mitigando os processos de segregação social; do fortalecimento do perfil de autonomia e aprimorar a interação da Escola nas comunidades; da facilitação, junto aos educadores, das práticas de diálogo entre as disciplinas realização do 1º Encontro Estadual de COM-VIDAS.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

12 de Novembro- Dia do Diretor

O Diretor de Escola é, por muitos motivos, uma figura exponencial na estrutura de qualquer sistema de ensino, seja público ou privado.
Suas funções alcançam praticamente todos os setores da escola, e múltiplos são os seus afazeres numa instituição que congrega milhares de alunos, centenas de pais, dezenas de professores e funcionários.
Suas responsabilidades são imensas, uma vez que estão sob seus cuidados crianças e jovens nem sempre preocupados consigo mesmos, ao longo dos 200 dias letivos, numa escola onde tudo pode acontecer, inclusive tragédias.
De concreto, nenhum. Geralmente, apenas pronunciamentos vazios e hipócritas, tais como "A Escola é a Cara do Diretor".
Em função de todas as adversidades que cercam nossa profissão, nós, diretores da escola pública estadual, neste dia 12 de Novembro temos muito pouco a comemorar, a não ser o sentimento do dever cumprido.
Porque, acima de tudo, nós somos educadores!!!
Parabéns!!!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Escritor reclama de erro do Enem

O escritor Laurentino Gomes, autor dos livros “1808” e “1822”, criticou nesta segunda-feira (8) a falta de uma revisão mais rigorosa no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Um trecho do livro do autor foi citado com erros de informação na prova de ciências humanas, aplicada no sábado (6).
A questão cita a data de 1810 como ano da abertura dos portos no Brasil. Segundo Gomes, o ano correto é 1808. “Quando fiquei sabendo, fiquei assustadíssimo. Corri para ver se o erro era do livro, mas não era”, afirmou.
Gomes usou o Twitter para se defender. Na rede social, postou: “A prova do Enem, que usa meu livro 1808 como fonte, cita 1810 como data da abertura dos portos. O correto é 1808. Erro do MEC, não meu!”
Em entrevista ao G1, nesta segunda-feira, Gomes afirmou que considera o Enem um avanço para a educação brasileira, pela necessidade de avaliação dos estudantes, mas disse que deveria haver mais cuidado na elaboração. “Quem prepara as provas têm que ser mais cuidadoso”.
Para o autor, quem elaborou a questão confundiu a abertura dos portos no país, em 1808, com o tratado comercial com a Inglaterra, firmado em 1810, que funcionou como uma espécie de ampliação da abertura dos portos.
A professora de história do cursinho Objetivo, Selma dos Santos Rofino, também viu o erro de data. “É 1808, não 1810, mas não compromete a questão”, afirmou.
Procurado, o Ministério da Educação ainda não respondeu se a questão pode ser anulada.
Fonte: G1





Após erros em provas, estudantes fazem 2º dia do Enem


Brasil - Após confusão no primeiro dia, com erros de impressão em gabaritos e provas, o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece neste domingo (7), em todo o país. Os inscritos devem responder perguntas sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, além de redação, e matemática e suas tecnologias.

No sábado (6), 27% dos 4,6 milhões de inscritos faltaram ao exame, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeita (Inep), autarquia do Ministério da Educação e responsável pela realização do exame.

A prova deste sábado trouxe cartões de respostas com os nomes das áreas trocados, o que levou participantes do exame a preencher a folha com as questões invertidas.

O presidente do Inep, Joaquim José Soares Neto, disse que foi informado sobre o erro na impressão do caderno de respostas por volta das 13h deste sábado. Segundo ele, a orientação aos monitores foi passada "imediatamente". "Amanhã [domingo], temos outro dia de exames e os estudantes devem planejar seu dia com tranquilidade. Com a prova de amanhã, está tudo garantido, tudo certinho. É importante passar essa calma para os estudantes."

Neste domingo, a prova acontece das13h às 18h30, no horário de Brasília, e os estudantes podem entrar nos prédios a partir das 12h. Os portões fecham às 12h55. O exame será aplicado no horário oficial de Brasília. Por isso, quem mora nos estados com fuso horário diferente e onde não há horário de verão deve ficar atento.

Os inscritos devem levar documento de identificação original e cartão de confirmação de inscrição, que foi enviado pelo Inep pelo correio.

Informações: G1